Mancada

por Diogo de Barros Souza

Antes de mais nada, Jon Jones não deveria ter dado essa mancada por tudo que representa atualmente para o esporte, UFC, patrocinadores, milhares de fãs, etc. Mas ele também é um ser humano, e como todos acabou errando, e foi justamente isso que o teste positivo do exame antidoping confirmou. A substância encontrada foi a benzoilecgonina, que é o principal metabólito da cocaína.

Imediatamente após a divulgação do resultado, ele se preocupou em procurar ajuda. Isso é um ponto muito positivo para um atleta do nível dele, campeão dos meio-pesados do UFC, garoto propaganda e repleto de patrocinadores. Muitos atletas já tiveram problemas parecidos, e nem sempre procuraram se recuperar. Procurar ajuda, nesse caso, demonstra que Jones ao menos está preocupado com a situação que se encontra e com o mundo ao seu redor.

Atletas como Jones são raros, marcam uma geração, um esporte, por isso precisam ser acompanhados e orientados sobre a sua importância e o fato de  serem responsáveis pelos seus atos. Foi uma atitude errada, mas assim como uma tempestade, vai passar. O seu retorno deverá ser marcante e a reabilitação poderá levar Jones a um nível ainda maior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *